Feeds:
Posts
Comentários
A classe trabalhadora é orientada desde a escola, a consumir. Consumindo, gastará seus recursos e necessitará de mais trabalho para continuar a consumir.  Troca então o dinheiro por produtos de pouca durabilidade. Produtos que deverão ser repostos depois de um período.

Para estes, o desejo por felicidade leva ao consumo. A necessidade de consumir leva ao trabalho. A necessidade de trabalhar leva ao desejo por felicidade.

A classe rica monta empresas que produzem itens de consumo. Assim é possível lucrar do consumo e Continuar Lendo »

A resposta é simples: porque não há concorrência.

O artigo abaixo é da Escola Austríaca de Economia. E vale a pena ser lido:

http://www.mises.org.br/Article.aspx?id=1708

Ele tenta demonstrar que quando um empreendimento é administrado pelo Governo, este negócio está Continuar Lendo »

(Obs.: No texto abaixo, Moeda é o termo econômico para referir Meio de Troca. Não se refere à moedas de R$1 ou R$0,50 por exemplo. Refere-se ao meio de troca utilizado pela população para aquisição e venda de bens. Antigamente, usava-se como Moeda, metais preciosos como gramas de ouro, prata, bronze ou outros bens que possuíam valor próprio e cuja disponibilidade era limitada. Continuar Lendo »

O segredo está em escolher o gigante certo.
(O Tao de Warren Buffet. Sextante. 2007. pg 36)

Há diversos livros sobre o mercado de capitais ou sobre como enriquecer. Muitas vezes não conhecemos o autor, mas apenas sabemos de suas qualidades, descritas na capa do próprio livro. Sem dúvida, muitas são as pessoas que sentem a vontade de passar suas experiências, para ajudar o próximo. Porém há também aqueles que querem enriquecer vendendo livros que ensinam a investir e enriquecer. Estranho não?

Daí surge uma boa pergunta para avaliarmos os Continuar Lendo »

Por mais que a segunda pergunta seja praticamente impossível de responder, a primeira pode ser respondida com certa precisão pelo investidor. Pegando carona nas palavras de James Chanos, um experiente administrador de fundos:

“What we define as a bubble is any kind of debt-fueled asset inflation where the cash flow generated by the asset itself—a rental property, office building, condo—does not cover the debt incurred to buy the asset. So you depend on a greater fool, if you will, to come in and buy at a higher price. We’re seeing behavior [we saw] in 2005 in Miami or ’06 or ’07 in Dubai.”  (CHANOS, James. Bloomberg Businessweek. April, 2010)

Uma bolha ocorre quando os preços de ativos sobem de forma insustentável. Insustentável pois não Continuar Lendo »

Invista para fluxo de caixa. E não para ganho de capital. Desta forma, terá tranqüilidade tanto nas subidas quanto nas descidas de mercado.

“The correct attitude of the security analyst toward the stock market might well be that of a man toward his wife. He shouldn’t pay too much attention to what the lady says, but he can’t afford to ignore it entirely. That is pretty much the position that most of us find ourselves vis-à-vis the stock market. ”
(GRAHAM, Benjamin. The Benjamin Graham Lectures – The Rediscovered. 1946).

Investir para fluxo de caixa significa comprar ativos que forneçam renda regular proveniente de Continuar Lendo »

Neste post falaremos um pouco sobre os clientes de uma empresa. A idéia aqui é aumentar o lado crítico dos leitores e fazê-los pensar sobre o futuro e decisões acerca de suas finanças.

Uma empresa realiza negócios com seus clientes. Vejamos alguns exemplos:

Tipo de empresa

Clientes

1 Comércio de roupas As pessoas em geral
2 Comércio de roupas para bebês Mulheres que possuem ou terão filhos
3 Indústria de máquinas de corte Fábricas que precisam das máquinas para produzir produtos.
4 Fábrica de aviões civis Empresas de transporte aéreo

A primeira, o comércio de roupas, possui uma gama enorme de clientes. Cada pessoa é um cliente. Portanto, Continuar Lendo »

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.